PRESO DE GUERRA

R$ 39,90

O que uma história de romance pode retratar sobre as agruras impostas pela ditadura militar no Brasil por mais de duas décadas? E qual é a visão de um custodiado há 25 anos sobre o sistema de execução penal ainda praticado no país? Este livro foi escrito por um confinado que há um quarto de século, enxerga a vida por entre as grades das penitenciárias brasileiras, cujo tempo lhe deu autoridade para avaliar o que é o sistema carcerário brasileiro. Um relato revelador sobre o flagelo vivido por mais de 700 mil presos sem voz, custodiados atualmente no país.

O autor escolheu o caminho da escrita para trazer à tona os horrores vividos na época e no pós-ditadura. Você vai se conectar com essa descoberta através do relato suavizado por uma instigante história de amor, que desvela a realidade sofrida por um preso submetido a um regime marcado por perseguição, privações, violações dos direitos políticos e das garantias dos direitos individuais.

Este é o primeiro volume de uma trilogia em que “João Grandão”, protagonista, um dos homens mais procurados pela polícia do Rio de Janeiro, cumpriu trinta anos de prisão e conheceu como poucos as entranhas das enxovias brasileiras. O personagem resistiu bravamente às práticas tirânicas, opressoras, violentas e afrontosas à dignidade humana. Ele viveu em um contexto cercado por medo, mortes e torturas, um descalabro usual da ditadura militar sob o infame pretexto de combater o “inimigo vermelho”.

“Preso de guerra” é um compêndio que envolve paixão, amizade e família. Mas, também fortes emoções ligadas à tristeza, perdas e vivências de atrocidade. O leitor poderá conferir sobre fatos marcantes da história contemporânea do país, como as barbáries de um período de descalabro, a exemplo do decreto de sangue, AI-5, pior ato da ditadura.

Leitura também indicada para as novas gerações.

196 em estoque

Descrição

ESCRITOR

 

 

Marcio Santos Nepomuceno, o “Marcinho VP”, é carioca, tem 45 anos, dos quais 25 deles preso.

“Preso de Guerra” é o segundo título escrito pelo autor, preso desde 1986, quando foi capturado em Porto Alegre (RS), aos 20 anos, antes mesmo de completar a maioridade penal.

Marcio Nepomuceno estreou no universo literário, quando lançou o livro “O Direito Penal do Inimigo – Verdades e Posições” (Gramma Editora, 2017). Com duas edições, a obra aborda a saga do autor desde a infância pobre na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, descreve o universo carcerário no Brasil e lança luz com um olhar crítico sobre a Execução Penal praticada no Brasil.

Atualmente, Marcio Nepomuceno se encontra custodiado na Penitenciária Federal de Catanduvas, localizada no oeste do Paraná, onde rascunhou os originais desta obra.

Casado com Marcia Gama, Marcio é pai de seis filhos e avô de dois netos.

 

COLABORADOR

Renato Homem é carioca, tem 59 anos, dos quais 36 deles dedicados ao jornalismo.

Bacharel em Comunicação Social formado pela Universidade Estácio de Sá, o jornalista passou pelas redações de alguns dos principais jornais cariocas, como O Dia, O Globo e Jornal Extra. Homem exerceu ainda o cargo de assessor de imprensa das Secretarias de Segurança Pública do Rio e de Administração Penitenciária (SEAP). Coautor do livro “O Direito Penal do Inimigo/Verdades e Posições” juntamente com Marcio Santos Nepomuceno, Renato Homem foi convidado a participar do projeto de organização e redação desta obra.

 

 

Informação adicional

Peso 0.300 kg
Dimensões 15.5 × 2 × 22.5 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “PRESO DE GUERRA”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *